Orações Poderosas


Orem continuamente. Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus. 1 Tessalonicenses 5:17, 18

Muitos de nós já escutamos a história de George Müller, um dos modernos heróis da fé no século 19. Ele foi fundador de um grande orfanato que, durante 60 anos, cuidou de mais de 10.000 órfãos. Müller era daqueles que se mantêm orando mesmo que a resposta pareça demorar.

E Deus abençoou de maneira surpreendente e miraculosa a seu orfanato, providenciando aquilo que ele necessitava, fosse em forma de dinheiro ou alimento.

Numa noite não havia alimento no orfanato para o desjejum das crianças. Mas, às três da manhã, o padeiro o chamou e disse: “Não estou conseguindo dormir. Vou agora mesmo para a padaria para fazer pão. Posso levar alguns para vocês nesta manhã?”

Outra vez aconteceu que um caminhão de leite quebrou bem em frente ao orfanato justamente no dia em que eles não tinham mais leite. O motorista do caminhão disse: “O leite vai estragar. Vocês gostariam de ficar com ele?”

Certa ocasião, Müller tinha o compromisso de pregar em Quebec. No convés do navio no qual ia viajar, ele informou ao capitão que precisava estar em Quebec no sábado à tarde. Veja como o próprio capitão relata a história:

“É impossível”, eu disse. “O senhor sabe quão densa está a neblina?”

“Não”, ele respondeu, “meus olhos não estão na densidade da neblina, mas em Deus que controla cada circunstância da vida. Nunca deixei de cumprir um compromisso em 57 anos. Vamos à cabine de comando para orar.”

Ele se ajoelhou e fez uma oração simples. Quando eu ia orar, ele pôs a mão em meu ombro e disse que eu não precisava orar. “Como você não crê que Ele vai responder e eu creio que Ele vai, não é preciso que você ore”. E acrescentou: “Capitão, conheço meu Senhor há 57 anos e não há um simples dia em que eu não tenha conseguido uma audiência com meu Deus. O senhor pode abrir a porta e verá que não há mais nevoeiro.” O nevoeiro tinha desaparecido e ele cumpriu seu compromisso no sábado.

Vez após vez, e 30 mil vezes em 60 anos, Deus respondeu às orações de George Müller. Hoje, faz bem refletir sobre este texto:

“As maiores vitórias [...] do cristão em particular [...] são as vitórias ganhas na sala de audiência de Deus, quando uma fé cheia de ardor e agonia lança mão do braço forte da oração” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 203).

Fonte: CPB


2 comentários:



Celina Silva Pereira disse...

Boa tarde, Vania.
Graças a Deus que nos dá a oportunidade de pedir a Ele a vitória e que também nos torna vitoriosos pela fé.
Um abraço, bom mês de Natal.
Da
Celina

Cida Kuntze disse...

Olá Tânia e Vânia!
Que texto maravilhoso!!!
Temos que ter fé e sempre confiar, pois a resposta o Senhor nos dará.
Um beijo bem carinhoso pras duas.

Blogger Templates