Mãos erguidas para o céu em oração

Queridos Amigos! Na IASD - Central de Petrolina/PE, existe uma garotinha linda que precisa muito das orações de voces. Ela tem passado por muitas provações. Seu estado de saúde é delicado e ela precisa muito das nossas orações. Seus pais e seu irmão precisam de conforto espiritual e precisam saber qual é a vontade de Deus na vida de Rafinha (Rafaela), este é seu nome. Portanto, peço de coração a todos que intercendam por Rafinha e sua familia.


Rafinha (Rafaela) e sua mãe Isabella


Fica aqui meua gradecimento

 
Uma história do Antigo Testamento me convenceu, mais do que qualquer outro texto bíblico, que a oração traz resultados significativos. Encontra-se em Êxodo 17.8-13:

Então, veio Amaleque e pelejou contra Israel em Refidim. Com isso, ordenou Moisés a Josué: "Escolhe-nos homens, e sai, e peleja contra Amaleque; amanhã, estarei eu no cume do outeiro, e a vara de Deus estará na minha mão."

Fez Josué como Moisés lhe dissera e pelejou contra Amaleque; Moisés, porém, Arão e Hur subiram ao cume do outeiro. Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque. Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assen¬tou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um de um lado, e o outro, do outro: assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr-do-sol. E Josué desbaratou a Amaleque e a seu povo ao fio da espada.

Moisés, o famoso líder de Israel, viu-se diante de uma crise. O exército inimigo aproximara-se do acampamento dos israelitas no deserto, pronto para derrotá-los.

Moisés, então, convoca o comandante mais hábil para discutirem a estratégia militar. Depois de tudo planejado, ele explica como será o ataque: "Josué, reúna amanhã nossos melhores soldados e leve-os até a planície, ao encontro do inimigo. Lute com coragem. Eu irei com dois homens até o alto do outeiro e erguerei minhas mãos para o céu. Orarei a Deus para que derrame coragem, bravura, harmonia e proteção sobrenatural so¬bre nossas tropas. Vamos ver como Deus vai operar."

Josué concorda. Ele crê na oração e preferia receber o apoio da oração de Moisés do que seu apoio militar. Ocorre que, quando as mãos de Moisés estão levantadas para o céu, as tropas de Josué prevalecem na batalha, lutando com força divina e rechaçando o inimigo.

Como é de se esperar, no entanto, os braços de Moisés tornam-se cansados. Ele os deixa cair ao longo do corpo e põe-se a caminhar pelo outeiro, observando a batalha. Para seu pavor, o curso da batalha muda bem diante de seus olhos. As tropas de Josué estão sendo atingidas; o inimigo vai ganhando terreno.

Moisés ergue novamente os braços para o céu e leva o problema para o Senhor. Na mesma hora o ímpeto de luta mais uma vez volta em Josué e nos israelitas e os inimigos são repelidos. Então Moisés entende. Ele precisa manter os braços erguidos para o céu, em oração, se quiser abrir a porta para a intervenção sobrenatural de Deus no campo de batalha.

Moisés descobriu naquele dia que o poder predominante de Deus é liberado através da oração. No momento em que Moisés fez a conexão entre a oração e o poder de Deus, ele decidiu passar o resto do dia orando pela atuação de Deus na batalha. Seus braços, contudo, se cansaram. Ele sabia que não devia soltá-los ao longo do corpo, pois já agira assim e vira suas tropas serem abatidas.

Os dois homens que o acompanharam até o alto do monte acharam uma pedra para que se sentasse. Depois, cada um segurou um de seus braços, ajudando-o a mantê-los erguidos. Que quadro! Moisés sendo apoiado por pessoas solícitas, prontas a auxiliá-lo a manter o poder fluindo. Não é preciso dizer que Israel venceu a batalha naquele dia.

Em resumo, se você está propenso a convidar Deus a se envolver em seus desafios diários, vai experimentar o poder predominante dele, em seu lar, nos relacionamentos, no trabalho, na escola, na igreja e onde for mais necessário.

O poder de Deus é capaz de transformar circunstâncias e relacionamentos. Pode nos ajudar a enfrentar as lutas diárias.

Cura problemas físicos e psicológicos, remove obstáculos no casamento, supre necessidades financeiras, em suma, o poder de Deus opera em qualquer tipo de dificuldade, dúvida ou desânimo.

  • Este poder pode se manifestar em forma de sabedoria, uma solução muito importante que você não consegue encontrar sozinho.
  • Pode se manifestar em forma de coragem, em um grau bem maior do que você jamais vivenciou.
  • Pode se manifestar em forma de confiança ou perseverança, de poder de resistência incomum, de mudança de atitude em relação ao cônjuge, aos filhos ou pais, ou circunstâncias alteradas e talvez de milagres inconfundíveis.
Qualquer que seja sua manifestação, o poder predominante de Deus é liberado nas vidas de pessoas que oram. A oração é a chave da revelação do poder prevalecente de Deus em sua vida.

Você está cansado de orar? Sente que suas orações são ineficazes? Pergunta-se se Deus está mesmo ouvindo?

Sei que Deus responde as orações. Ele responde as minhas e responderá as suas também. Mais que isto, Ele deseja ouvi-lo. Sua experiência de oração começa com a disposição de Deus em ouvir você.

Este texto foi extraído do livro Ocupado demais para deixar de orar - Bill Hybels

2 comentários:



Cida Kuntze disse...

Vania, vou estar orando. Esse é o segundo bebê hoje que tem em blogs, fazendo pedido de oração. O outro é o Théo. Vou orar por ambos. A oração é poderosa.
Rafaela quer dizer: Que Deus curou! Deus cura!
Vamos crêr!!!!!
Um beijo minha amiga.

HD disse...

Olá querida Vania,
Paz do Senhor,
Encontrei seu blog, no blog das minhas querida amigas, Cida, Tarciana....
Vou te seguir.
Ah! Tenho um blog tb. Caso queira poderá nos seguir.
Deus abençoe sua vida grandemente e que vc possa ser grandemente usada nas mãos do Senhor.

http://herdeirosdedeushd.blogspot.com/

Abraços
Suely

Blogger Templates