A Oração de uma Criança


E disse: “Eu vos asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos Céus.” Mateus 18:3, NVI

Enquanto meu esposo, nossas duas filhas e eu viajávamos por uma estrada não asfaltada na região sudeste do Brasil, sabíamos que em pouco tempo não haveria mais luz do Sol. Nossa família retornava para casa, após visitar parentes e amigos. Vínhamos alegremente cantando os cânticos favoritos de nossas filhas, quando, de súbito, o sistema elétrico do carro desligou. Nada funcionava. Estávamos parados numa estrada com bem pouco tráfego, a uns 40 quilômetros de casa. Não havia casas por perto, e meu esposo tentou consertar o problema – sem sucesso.

Sentindo-nos incapazes, e totalmente dependentes da assistência divina, oramos. Ah, como oramos! A noite chegava e, com ela, os mosquitos. Vendo que não havia forma de resolver o problema, meu esposo sugeriu que, quando passasse o primeiro carro, minhas filhas e eu pedíssemos carona até a cidade em que morávamos. Lá, eu devia ir em busca de ajuda para ele. “Nós não vamos! Não vamos deixar você sozinho. Se necessário, passaremos a noite dentro do carro, mas vamos ficar juntos”, eu disse. Vendo minha determinação, quando o primeiro carro parou, meu esposo mandou uma mensagem ao seu irmão, pedindo auxílio. Seu irmão receberia o recado? E oramos um pouco mais.

Então, nossa filha de quatro anos, Regiane, disse: “Papai! Espere! Eu vou orar agora. E nós vamos sair.” Ela deu alguns passos fora da estrada e, de pé em meio a uma vegetação que era quase tão alta quanto ela, orou silenciosamente. Não sei o que ela disse naqueles poucos segundos, mas, quando retornou, disse ao seu pai: “Ligue o carro. Vamos embora!”

Meu esposo, que havia tentado ligar o carro inúmeras vezes, fez o que sua pequenina filha mandava. Para nossa surpresa e alegria, o carro funcionou normalmente. Continuamos a viagem e chegamos com segurança à nossa casa. E aquele problema nunca precisou de nenhum conserto do mecânico.

Deus ouve nossas orações! Senhor, graças Te dou por nos guiares e ensinares que devemos ser puros e confiantes como as crianças, em todas as situações.

Por Eny Ruella Silva
Meditação da Mulher 2011

3 comentários:



Meiry Mel disse...

Linda mensagem,ainda mais ledo-a hoje,q estou consagrando ao Senhor,preciso muito de um milagre na vida da minha filha,e hoje orei inumeras vezes, e quando li,recebi um renovo,e esperança q Deus virá em meu socorro...se puder ore comigo querida,só o Pai sabe dessa minha luta com minha filhinha...Deus abençoe,bjos

Cida Kuntze disse...

Oi Vania
Gostei muito de ler essa história e acredito muito nisso, pois minha filha tem orado muito aqui em casa, sempre foi uma menininha de oração e o Senhor tem respondido a inúmeras delas rapidamente.
Me indicaram o livro: "O Poder da Criança que Ora." Vou até adquirir.

Querida amiga, muitas saudades suas. Estou em débito contigo, mas estou ficando pouco na internet, meu tempo está bem ocupado com outras coisas, porém desejo te mandar logo um e-mail pra conversarmos um pouco e saber as novidades.

Um dia quero muito ir em Pernambuco e então conhecer a Tarciana e família e Você e sua família. Quem sabe isso um dia seja possível.

Beijos carinhosos e fica na paz!

Celina Silva Pereira disse...

Bonita experiência de salvamento, Vania, obrigada por compartilhar conosco.
Você percebeu que os blogs Viver e Versículos para hoje mudaram de endereço, não é? Quando tiver tempo para visitas, veja a indicação no blog antigo. Mandei também email.
Abraço da
Celina

Blogger Templates