A Armadilha da Concessão Cultural


Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste(Daniel 3:17-18).

Os versículos acima relatam um fato ocorrido no século VI a.C. Três jovens judeus foram deportados para a Babilônia. Ali, o rei Nabucodonosor quis lhes inculcar a cultura idólatra. Quando uma imensa estátua foi inaugurada, ele ordenou que no momento em que ressoasse toda a classe de instrumentos musicais, cada um tinha de se prostrar e adorar a estátua. Os três judeus, fiéis ao Deus deles, se recusaram a fazer isso. E foram denunciados e conduzidos à presença do rei. Este exigiu obediência, ameaçando jogá-los na fornalha. Os jovens responderam com convicção que preferiam morrer a adorar o ídolo. Imediatamente o rei cumpriu sua ameaça. Mas o Senhor interveio para libertá-los.

Por trás do rei estava Satanás, que procurava persuadir esses judeus piedosos, usando a tática da concessão: não faz mal algum crer em Deus e ao mesmo tempo servir ídolos. Orar a Deus de manhã e depois consultar horóscopos, ou passar o dia inteiro se ocupando apenas com as coisas deste mundo. Que contradições loucas!

Ao fazer tais concessões, se pode conservar o status social, prosperar nos negócios, porém a força do testemunho cristão é destruída. A paz na consciência também. É impossível servir ao Senhor e fazer qualquer tipo de concessão a este mundo inimigo de Deus. O apóstolo Tiago já advertia: “Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4).

Nota: No livro Profetas e Reis,págs 503 a 513, conta esta história magnifica de obediência ao Deus verdadeiro.Segue o link http://www.ellenwhitebooks.com/?l=3&p=503

Queridos Jovens talvez ir ao cinema, estádio de futebol, uma festinha inocente pode não ser nada demais aparentemente, mas poderá te levar a adorar ao outro"deus" (satanás) por trás disso. Se todas essas coisas  tiver te tirando a motivação da leitura da bíblia e da oração, então, voces não estão adorando o verdadeiro Deus. Pense nisso. Voces tem um céu a ganhar.

1 comentários:



Celina disse...

Apreciei seu artigo, Vania.
É importante examinarmos nossos hábitos, para ver se estão sufocando nosso interesse pelas coisas de Deus.
Um abraço. Boa semana.
Celina

Blogger Templates