COLECIONE PEQUENAS VITÓRIAS


O que lavra a sua terra será farto de pão, mas o que corre atrás de coisas vãs é falto de senso. Prov. 12:11.

Dos 915 versos que tem o livro de Provérbios, 74 tratam, de um modo ou outro, da importância de levar a vida a sério e construir os sonhos sobre fundamentos seguros.

Existe gente derrotada porque “corre atrás de coisas vãs”. No original, a palavra Rêqên significa “coisas vazias” ou “fantasias”. A ilustração perfeita seria uma coisa bem adornada e atrativa por fora, mas vazia por dentro, como as bolinhas de sabão atrás das quais as crianças correm entusiasmadas, mas que só trazem frustração porque explodem quando são alcançadas. Existem, mas não existem. Não têm consistência. Nada as sustenta, além da imaginação.

No provérbio de hoje, Salomão parece dizer: “Acorde! Coloque o seu pé no chão. Lavre a terra, sue a camiseta. Não fique na arquibancada da vida torcendo para que tudo aconteça. Entre e participe.”

Deus vai abençoar o que você acha que merece e pelo qual está disposto a lutar. Mas lembre-se: Davi derrotou o gigante Golias, mas usou a funda. A maioria das guerras de Israel foi vencida porque Deus ia à frente do exército, mas o povo precisava sair ao campo de batalha.

Confiar em Deus não significa ficar de braços cruzados, esperando que o sucesso caia do céu. O verdadeiro sucesso não é um grande acontecimento, nem uma única e grande vitória. O sucesso que Deus oferece é composto de pequenas vitórias diárias.

Correr atrás de fantasias, esperar um “golpe de sorte”, ou uma “herança” é falta de senso, loucura, ingenuidade. São as pessoas que agem assim que formam a longa fila dos derrotados.

Faça de hoje um dia de pequenas vitórias. No trabalho, no lar, na vida pessoal; enfim, lavre a sua terra, concerte a torneira que está pingando, troque a lâmpada queimada, conserte o relacionamento destruído.

Acumule pequenas vitórias. Não fique sonhando somente com grandes conquistas, porque “o que lavra a sua terra será farto de pão, mas o que corre atrás de coisas vãs é falto de senso”.

Pr. Alejandro Büllon 

2 comentários:



Celina Silva Pereira disse...

Boa tarde, Vania.
É certo. Não podemos ficar esperando que o fruto caia do céu sem que o semeemos.
Boa semana!
Celina

Celina Silva Pereira disse...

Boa tarde, Vania.
É certo. Não podemos ficar esperando que o fruto caia do céu sem que o semeemos.
Boa semana!
Celina

Blogger Templates