Do que você sente vergonha?

FELIZ SÁBADO!!!!

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 2 Timóteo 2:15

George aceitou Cristo aos 19 anos de idade. Porém, como os demais adolescentes, ele não queria ser diferente. Queria ser aceito pelo grupo. Mas agora se tornara cristão. Ele podia expressar facilmente suas novas convicções ao seu novo círculo de amigos cristãos, mas não sabia como dizer isto aos velhos amigos.

Na verdade, ele achou mais fácil esconder seu novo “eu”. Assim, ele se sentiu espremido entre duas identidades: a nova e a velha. Em sua imaturidade espiritual, George não tinha certeza do que é que sentia orgulho e do que sentia vergonha.

Dois textos o impressionaram. O primeiro foi o de Marcos 8:38, no qual Jesus diz que quando voltar, Ele Se envergonhará daqueles que se envergonharam dEle. E o segundo foi Romanos 1:16, onde Paulo diz que não se envergonha do evangelho, porque é o poder de Deus para salvar aquele que crê. Estes textos lhe causaram impacto porque ele sentia dificuldade para abrir a boca e falar de sua nova fé para certas pessoas.

Você sente vergonha de sua fé?

Você é daqueles que finge estar coçando um olho no restaurante ao fazer oração?

Ao viajar por vários países do Oriente, muitos anos atrás, impressionei-me com a autenticidade dos muçulmanos. O ônibus no qual eu viajava, no Irã, teve um pneu furado. Imediatamente todos os muçulmanos que estavam a bordo saíram, inclinaram-se até encostar a testa no chão, à beira da estrada, e ali recitaram suas rezas. Vi isso acontecer várias vezes. Muitos cristãos não têm a mesma coragem de testemunhar publicamente de sua fé.

Alguns membros regulares da igreja, nesses tempos pervertidos em que vivemos, não conseguem se envergonhar de nada, exceto de sua fé. Têm mais facilidade em contar piadas obscenas do que partilhar sua fé com um colega de trabalho.

Um velho provérbio finlandês diz que mesmo uma pequena estrela brilha no escuro. Estamos vivendo em uma época de trevas morais e espirituais, e precisamos deixar nossa luz brilhar.

Do que é que você sente vergonha? Tomara que seja dos seus pecados, e não do evangelho de Cristo.

Meditações Diárias - Rubem Scheffel

2 comentários:



Celina disse...

É verdade, nós temos o hábito de orar em oculto. Os islâmicos oram publicamente nas horas destinadas às suas orações. Já presenciei isso na loja de um comerciante conhecido nosso aqui na cidade. Daniel também orava com as janelas abertas.
Sejamos cristãos de janelas abertas, mostrando ao mundo que somos cristãos.
Bom sábado, Vânia!
Celina

Cida Kuntze disse...

Oi Vania querida!
Amei esse texto, vou tomar a liberdade de postá-lo amanhã ou segundo lá no blog dos adolescnetes ok? Coloco o teu link.
Amiga, é verdade, os mulçumanos não tem vergonha, pelo contrário, professam e muito sua fé. Muitos dos cristãos tem vergonha, isso precisa mudar!!!
Um beijo amada e fica com Deus!

Blogger Templates